CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


P de ponto, V de Vista -  Por Paulo Vasconcellos  
 
            A cidadania e a liberdade de expressão são itens que poderiam ser considerados comuns, mas, o passar do tempo transpõe e o factual, a rigor, aparece como um pilar reforçado por seguros estais. O livro é um companheiro sempre disposto a fornecer entretenimento, e sua leitura enriquece e intelectualiza quem o lê.
            No contexto geral a valorização da literatura é um conceito que dá ao livro, o título de avalista da promoção social, mesmo em época que se fala bastante no avanço da tecnologia. Os escritos constantes no livro “Inspirações Versatilizadas”, de Paulo Vasconcellos, são subsidiados pela linguagem popular, quando o autor faz até justificativas em alguns pontos da retórica por ele escolhida.
            Tratar suas inspirações com versatilidade passa a ser excelência, para Paulo que assume a patente de escritor publicando títulos que envolvem os segmentos “Conto e Crônica”, sendo que “Paçoca e as suas” está chancelado como conto premiado em antologias que contemplaram  os mais conceituados contistas do Brasil. Tudo começou em 2002, quando a história do personagem “Paçoca”, foi inserida na Antologia, “13 Contistas da Amazônia”, editada pela Universidade Federal do Pará (UFPA). No ano de 2014, “Paçoca” volta novamente ao cenário, dando ao autor o Prêmio Internacional por sua performance literária, concedido pela Editora Mágico de Oz, com sede na Ilha da Madeira em Portugal. Recentemente o conto “Paçoca e as suas” foi publicado na edição especial “Xeque-Mate” da Câmara Brasileira de Jovens Escritores, em seletiva que junta autorias que refletem a arte de pensar dos signatários.
            Ao avaliar o conteúdo do material escolhido para constar no livro, o autor afirma que o uso da ficção revela personagens que formam um seleto grupo composto por, intelectuais, anarquistas, operários, artistas, desbravadores, heróis, construtores, líderes, ativistas, gente simples que de um jeito ou de outro enriquece cada história narrada em seus variados estilos.
            Consultar imensuráveis pensamentos corresponde ao compromisso de quem assina a autoria de um livro e por essa razão, Paulo cita uma frase escrita por Augusto Cury, um ótimo pensador que procura sempre motivar através das suas inspirações, e uma delas é: “Apesar da grandeza da vida, o ser humano não cuida carinhosamente dela. Alguns só procuram mudar seu estilo de vida quando sofrem um enfarte. Outros só pensam em equipar sua inteligência quando já estão profissionalmente superados”.
            Em alguns apontamentos existentes na obra literária , o município de Capanema tem seu nome amplamente citado como referendo a casos ocorridos envolvendo personagens, fatos e personalidades que fazem parte de um conjunto onde são juntadas referências substanciais que se enquadram no contexto geral e a versão explícita, é inerente a inspiração do autor que apresenta linha editorial recheada de pensamentos.
            Paulo Vasconcellos faz sua estreia como escritor ao publicar uma seleção de produções tiradas de sua lavra. Por sua responsabilidade social de apoiar a Cultura, o Jornal de Capanema traduz em palavras a importância que a literatura tem para o contributo ao crescimento de um setor, cuja patente é dividida por muitos autores que estão seguindo uma linha composta por credenciais de produções e Paulo está entre tantos que procuram dinamizar suas criações, colocando-as a apreciação popular.
 
**Este texto refere-se a apresentação do livro Inspirações Versatilizadas, lançado recentemente e também Editorial da edição nº520 do Jornal de Capanema são referenciais que retratam a minha intimidade com a literatura em tempos modernos.  (PV)
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 20/08/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários