CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


Paulo Vasconcellos
Capanema / PA
 
Na coxia
                       
Rompe-se a fronteira tênue da franqueza d’alma 
Inadmissível e oculta fraqueza 
Tara de um peso na  medida certa 
Fragmentação da promiscuidade 
Esplendorosas e consonantes equivalências 
Fulgurante elegância com singularidade 
Manifesto que se aprimora 
Proximidade em confinantes territórios 
Estrutural e performática encenação 
Consciente abnegação casuísta 
Melancólico ato no teatro da insurreição 
Cenas que reverenciam o artista 
Pacto pela consistência maturada 
Mazelas combatidas com atitudes 
Que convergem para a pacificidade 
Intrigante rechaço plausível 
Inimitáveis gestos conturbados 
Cheiro de um raro perfume 
Capaz de provocar reações não infringentes 
Preservado fluído em recipiente 
Guardado sob custódia em uma reserva 
Maleficência combatida com atitudes 
Negligência que não combina com o obvio 
Espetáculo encerrado.

**Poema dedicado a Silvaneia Montelo, icentivadora cultural que trabalha na Secretaria de Cultura do Município de Capanema/PA
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 05/01/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários