CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


NO COMPASSO

Sou tripulante de uma embarcação poética
Que flutua sobre o mar do lirismo
Fazendo viagem frenética
Entre águas que se juntam as letras fascinantes
Mudando a minha rota
Também sou condutor da nau da poesia
Indo de sul a norte
Navegando de sol a sol
Procurando meu espaço
Singularizando as tantas palavras
Colocadas em cada compasso
Para ser formada a cantilena
Ou até uma serenata
Juntando sentimento e inspiração
Nada de timidez
Uso a voracidade
Com ajustes feitos a capricho
Por quem tem sangue forte
Mudo de rumo novamente
Mostrando música e composição
Em conjuntura instrumental
Vozes que o vento leva
Refrão que se repete
Sincronia em cada cantata
Romance em noite de sarau.
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 02/08/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários