CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


Meus versinhos

Lagarta se arrastando no chão
Debaixo do pé de pimenta milonguêta
Calo seco no calcanhar do ancião
Água boa na cacimba
Louça suja no alguidar
Formigas naquele vai e vem
Vala funda no terreiro
Verdes folhas da cabaceira
Peixe novo pra fritar
Donzela com sua saia plissada
Passeia esnobando seu charme
Boneca de pano e sabugo de milho
Tamborete para eu sentar
Relógio que dispara o alarme
Enquanto o trem corre no trilho
Linguiça bem temperada
Frigideira em cima do fogão
Farinha para degustar
Feijão na panela de barro
Telha de vidro na cumeeira
Flores brancas a cheirar
Gato que pula na ribanceira
Na sombra da árvore vai descansar
Depois de correr pelo quintal
Vento que refresca
Calor ameno
Chuva forte que não quer parar
É inverno!
É verão!
Seja lá o que Deus quiser!
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 17/09/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários