CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


Pequeno Poema

Pego um pedacinho de papel
Escrevo meu nome numa linha
Quero continuar escrevendo
Dizendo qual cor é a minha casinha
de calçada alta e telhado baixo
Terreiro extenso e ventilado
É lá onde moro
É lá o meu cantinho
Versejo quando estou inspirado
Pego novamente o pedaço de papel
faço um poema que não tem rima
Não estou delirando
Posso melhorar minha autoestima
Preciso aguçar minha inspiração
Vou tentar compor um cordel
nem que seja somente na imaginação
Sou ousado e atrevido
faço verso em ritmo de canção
Posso até não dar ouvido
Tão somente num refrão
Minha casa é aconchegante
Mesmo eu morando sozinho
Mantenho meu estilo
Para não perder a razão.
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 27/09/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários