CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


Virgem de Nazaré

É chegado o grande dia
A Cidade de Belém sai de sua rotina
Lágrimas nos olhos e corações apertados
Católicos se irmanam em um só pensamento
Para reverenciarem a Virgem Santa
Nossa Senhora de Nazaré
É a festa do Círio
Homenagens à Rainha da Amazônia
Palavras ditas com amor e devoção
Repicam os sinos da Catedral
Romeiros que se unem na fé
Todos caminhando sem pressa
O Círio começa com a trasladação
Para que a imagem da santa
Pernoite na Igreja da Sé.
Na manhã do segundo domingo de outubro
Começa a procissão
Tem romeiro na corda
Tem o carro dos milagres
Tem pagador de promessa
Tem gente de todos os cantos
Tem quem caminhe com os pés descalços
Tem até quem derrame prantos
Ave Maria mãe de Deus
Embelezada com teu Divino Manto
O Círio tem tradição
Festa nobre e popular
Crença que se agiganta
Sentimentos provados por preces e louvores
Mar de gente que se movimenta
Berlinda decorada com belas flores
Puro e inexplicável gesto de gratidão
A Virgem Mãe Amorosa
Fonte de luz e de paz
Imaculada e protetora santinha
És a nossa padroeira
Ó Senhora Mãe e Rainha. (PV)
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 26/10/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários