CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos



Naufraguei no mar da ilusão
Estava em um barco a vagar
Dei braçadas sem direção
Procurando um canto para me abrigar
Diante de tanta aflição
Consegui me refugiar
Nem que fosse nas águas da solidão
A ventania não era peculiar
Tudo o que eu fazia era em vão
Sob o frio eu me punha a reclamar
Preenchendo as reticências da exatidão
Pés descalços no chão a me firmar
Respirar profundo e de forte emoção. (PV)
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 11/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários