CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Paulo Vasconcellos
Contos, Crônicas e Poesias
Textos


Barco à vela que me leva
Vento baixo e sorrateiro 
O ponto da curva 
Relevo que se agiganta 
Contingência na absolvição
A curva do grande rio
Peregrinos que se emanam
Influência atrelada ao desafio 
Vento soprando na vela 
Barco no rumo certo 
Velas  ao vento leve
Meritocracia a quem planeja
Terno de linho branco 
Retrato em branco e preto 
Regalias a um anfitrião
Sutileza alinhada no soneto
Absolutismo comprovado pelas reações 
Faixa etária parental 
Verbos conjugados à rigor
Patente que regra a imunidade
Alcance imaginário em questão
Formandos na comissão de frente
Imponência em momento crucial 
Portas abertas ao vento 
Velas que se rendem ao sopro 
Caravelas que singram os rios
História de um navegante feliz.

Palavras do Poeta (PV)


Edição: Maikon Douglas
Imagem: Divulgação 
Paulo Vasconcellos
Enviado por Paulo Vasconcellos em 22/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários